ONGs se unem e lançam a OIMC em todo Brasil

Dentre tantas lembranças ruins que 2020 deixará, há pelo menos uma coisa positiva prestes a acontecer: a primeira edição da Olimpíada Internacional de Matemática e do Conhecimento (OIMC), um projeto do Instituto Alpha Lumen em parceria com a Hope Cup chinesa. Aliás, a ideia da competição nasceu justamente na China, em 2019, quando a Alpha levou alguns aprendizes para a Olimpíada Chinesa e assistiu à vitória deles em diversas categorias – vale ressaltar que essa participação foi a primeira da Alpha Lumen na competição.A experiência altamente gerou frutos e acabou servindo de embrião para que, junto à Hope, a Alpha Lumen criasse a OIMC, que, embora tenha inspiração no modelo chinês, tem algumas particularidades. A principal bandeira levantada pelo Instituto e pela competição criada é a colaboratividade. Nas palavras dos próprios, “o trabalho é feito em equipe com times que reúnam diversidade de perfis e interesses para valorizar todas as áreas do conhecimento. O foco não está na competição, mas em trabalhar desafios, aprender com eles e interagir com colegas para efetivar as resoluções. Toda a dinâmica envolvida estimula os estudantes a explorarem soluções e com isso, aprenderem”.A OIMC surge com a expectativa de contribuir no cenário educativo do país, trazendo inovação e perpetuando o espírito colaborativo e a ética, o que leva também ao cuidado que o Instituto teve com relação a ser organizador e participante do evento. “Os estudantes do Projeto Escola da Alpha Lumen participam da OIMC numa categoria e premiações à parte para não haver conflito de interesses”, afirmam.Segundo dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o ensino médio teve, em 2019, o maior salto desde 2005, porém não alcançou a meta prevista para o ano. O avanço de 0,4 ponto obtido entre 2017 e 2019, de acordo com os dados divulgados pelo Inep, foi a maior em toda série histórica.A Olimpíada Internacional de Matemática e Conhecimento é um projeto que vem para coroar anos de trabalho que o Instituto Alpha Lumen presta para a educação no Brasil e o Projeto Escola já teve resultados demonstrados inclusive fora do país, em torneios de robótica, olimpíadas de astronomia e de matemática. A competição começa no dia 18 de setembro e até o momento tem representantes de todos os estados brasileiros e do – e Distrito Federal. A OIMC deve se expandir também para países de língua portuguesa com times como os de Angola e Moçambique. Ao invés do tradicional que vença o melhor, talvez aqui o melhor encerramento seja mesmo algo como todos unidos em prol da educação.

Fonte: Metropoles