Nova unidade do Prato Amigo é inaugurada na Polêmica

A comunidade da Polêmica, em Salvador, recebeu uma nova unidade do Prato Amigo, nesta quinta-feira (17). Localizado em Brotas, na Rua da Polemica, a unidade foi estruturada para atender as 320 entidades assistenciais cadastradas pela Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre).

Na prática, o programa Prato Amigo recebe alimentos de doação de supermercados e outros estabelecimentos comerciais que ainda estão em condições de serem consumidos, separam e encaminham para instituições de caridade. O prefeito ACM Neto participou da inauguração do novo imóvel e contou que o programa havia sido interrompido por conta da pandemia, mas que as atividades já foram retomadas.
“Vamos mobilizar as pessoas para que o volume de doações seja cada vez maior e a gente tenha condições de fazer com que essa comida seja aproveitada por quem de fato precisa”, disse o prefeito. “Desde o início da nossa gestão tem sido uma marca priorizar o social, investir e canalizar os recursos públicos para quem mais precisa”, continuou. “Cerca de 80% dos nossos recursos do nosso orçamento foram investidos nas áreas mais próximas da nossa cidade”, disse, em balanço dos oito anos que esteve na prefeitura.
Neto lembrou que o poder público sozinho não tem como resolver todos os problemas da cidade e que a solidariedade é importante. “(Pessoas) Que podem, num gesto, ajudar a outras que têm uma condição bem pior que a sua. Uma coisa que ficou evidente foi a postura de solidariedade de muitos nesse período de pandemia, mas que ela não fique restrita apenas ao coronavírus, que ela possa continuar como uma marca da nossa cidade”, disse.

(Foto: Gil Santos/CORREIO) A Associação Bahiana de Supermercados (Abase) doou um caminhão para ser usado no programa. O veículo vai até o doador e recolhe as doações. Quando chega na nova unidade da Polêmica esse alimento passa por triagem, onde é verificada a validade e a qualidade dos produtos. Depois, eles são higienizados, separados, armazenados e distribuídos. A nova unidade entrou em funcionamento na quarta-feira (16). Segundo a prefeitura, foram entregues 10 toneladas de alimentos para 70 instituições e cerca de 3,2 mil pessoas foram beneficiadas. No ano passado, o programa entregou 290 toneladas de alimentos.
O investimento foi R$ 1,7 milhão, com recursos do município. O equipamento conta com um galpão com 580 metros quadrados, câmara fria para armazenar congelados com 20 metros quadrados, além de espaços setorizados e estruturados para recepção, triagem, higienização e armazenamento dos alimentos.

Fonte: Correio24horas