Arquivos

Categorias

  • Nenhuma categoria

Youtuber Júlio Cocielo será processado por racismo no Twitter

O Youtuber Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo pelo crime de racismo, devido a postagens feitas nas redes sociais. A denúncia contra ele foi aceita pela juíza da 3ª Vara Criminal de São Paulo Cecília Pinheiro da Fonseca, no último dia 8.Conforme o Ministério Público (MP), o influenciador digital foi autor de diversos posts com cunho racista entre novembro de 2011 e junho de 2018, a maioria deles publicados em seu perfil no Twitter, onde Cocielo possui mais de 8 milhões de seguidores, atualmente.Na denúncia, a promotora do MP Cristiana Steiner afirma que o Youtuber teria praticado e incitado a discriminação e o preconceito por cor em comentários feitos na plataforma. Alguns desses casos ganharam bastante repercussão e até o fizeram perder patrocínios, gerando pedidos de desculpas por parte dele.Polêmico post feito por ele em 2018.Fonte:  G1/Reprodução O influencer, que ainda não se pronunciou sobre a denúncia, tem um prazo de 10 dias para apresentar sua defesa à Justiça. Se condenado pelo crime de racismo, ele pode pegar de dois a cinco anos de prisão.Postagens polêmicasUm dos casos de maior repercussão em relação aos posts de Cocielo no Twitter foi a publicação sobre o jogador da seleção francesa Kylian Mbappé, durante a Copa do Mundo de 2018. No texto, ele disse que o atleta “conseguiria fazer arrastões top na praia”.Após as críticas e os pedidos de desculpas, marcas que haviam realizado ações de marketing com ele anunciaram a retirada das campanhas do ar e se manifestaram contra a postagem. Alguma delas até suspenderam suas parcerias com o influenciador.Em outras ocasiões, o Youtuber escreveu “nada contra os negros, tirando a melanina” e “o Brasil seria mais lindo se não houvesse frescura com piadas racistas. Mas já que é proibido, a única solução é exterminar os negros”. Em comentários posteriores, ele se disse envergonhado das publicações antigas.

Fonte: Tecmundo