Arquivos

Categorias

  • Nenhuma categoria

Vitória encara confronto direto com o Juventude na Série B

O Vitória faz parte de um grupo seleto da Série B do Campeonato Brasileiro. É um dos cinco times que ainda não venceram fora de casa. Após três empates e duas derrotas, o rubro-negro tem mais uma chance de acabar com esse tabu. Nesta segunda-feira (13), às 20h, encara o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Um triunfo contra o time gaúcho pode não apenas fazer o Vitória deixar de integrar esse grupo incômodo como também encostar em um outro. Se vencer o Juventude, o Leão vai ultrapassar o adversário e se aproximar do G4.
Com 13 pontos, o time comandado por Bruno Pivetti está na 9ª posição. Com dois pontos a mais, o rival do Sul aparece na 6ª. Entrar na zona de acesso, no entanto, não é uma possibilidade nesta rodada porque a Chapecoense, 4ª colocada, tem 16 pontos e cinco vitórias. O rubro-negro chegará ao quarto triunfo se ganhar.
O Vitória tem apenas 20% de aproveitamento como visitante. Na última sexta-feira, perdeu por 1×0 para o Cruzeiro, no Mineirão, em Belo Horizonte. Antes, já havia lamentado o mesmo placar diante do Confiança, no estádio Batistão, em Aracaju. Os empates foram contra CRB (2×2), Ponte Preta (3×3) e Figueirense (0x0).

Foram só três pontos somados em território adversário de 15 possíveis, cinco gols marcados e sete sofridos. Somente CSA, Sampaio Corrêa, Oeste e Confiança têm campanha pior que o Vitória como visitante. Os três primeiros amargam a zona de rebaixamento e a equipe sergipana é a 16ª colocada.
Se as estatísticas atuais da campanha fora de Salvador jogam contra, uma outra é a favor. Até aqui, o Vitória não perdeu para nenhum dos rivais que estão acima dele na tabela de classificação, como ocorre com o Juventude.
O rubro-negro empatou com a Ponte Preta, atual líder, dentro do estádio Moisés Lucarelli, em Campinas: 3×3. Depois, também saiu de campo com o marcador igualado após enfrentar o CRB no estádio Rei Pelé, em Maceió: 2×2. A equipe alagoana é no momento 8ª colocada.

Atualmente vice-líder, o Paraná saiu do topo da tabela justamente após perder para o Vitória, por 1×0, no Barradão. Hoje na 7ª posição, o Cuiabá também perdeu o posto de líder depois de ser derrotado por 4×2, em Salvador.
Prováveis escalações  O lateral esquerdo Thiago Carleto não poderá ajudar a acabar com o tabu. Garçom do time na temporada, com cinco assistências, o capitão rubro-negro levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Recuperado de contusão, Rafael Carioca é a primeira opção para substituí-lo. Leocovick também está à disposição.
Apesar do desfalque, o time tem dois reforços. Marcelinho e Jordy Caicedo se juntaram ao grupo depois de cumprirem suspensão diante do Cruzeiro. Graças a um efeito suspensivo concedido pelo STJD, Léo Ceará e Vico estão confirmados no time.

No Juventude, o técnico Pintado não poderá repetir a escalação que venceu o Confiança por 3×1 porque Gabriel Bispo pertence ao Vitória. O volante tem atuado como zagueiro e deve ser substituído pelo paraguaio Nery Bareiro, recém-contratado e apto a estrear. O meia Wagner, ex-Vasco e Cruzeiro, também já está regularizado e deve começar no banco.
Juventude: Marcelo Carné, Igor, Nery Bareiro, Augusto e Eltinho; João Paulo, Samuel Santos, Wallace Tarta e Renato Cajá; Breno Lopes e Rafael Silva. Técnico: Pintado.
Vitória: Ronaldo, Leandro Silva, Wallace, João Victor e Rafael Carioca; Guilherme Ren, Fernando Neto, Gerson Magrão e Marcelinho; Vico e Léo Ceará. Técnico: Bruno Pivetti.

Fonte: Correio24horas