Arquivos

Categorias

  • Nenhuma categoria

Só R$ 1,75: máscara de brinde acompanha edição do CORREIO deste fim de semana

Quem comprar o jornal CORREIO deste fim de semana ganhará de brinde uma máscara de pano reutilizável, feita com duas camadas de tecido, para reforçar a proteção contra o novo coronavírus. No total, serão distribuídas dez mil unidades nos pontos de venda do estado entre os dias 12 e 13 de setembro. Nas duas vezes em que o jornal promoveu esta ação, a edição esgotou em apenas três horas de vendas.

Desta vez, a produção das máscaras foi viabilizada através de parceria com o Hapvida, o maior operador de planos de saúde do Norte e Nordeste.
“O Sistema Hapvida sempre será apoiador de ações que propiciem bem-estar e saúde. No caso da Bahia, apesar do processo de retomada das atividades já ser uma realidade, a proteção é algo que não pode ser diminuído. Tendo a saúde enquanto nosso modelo de negócio, queremos preservá-la cada vez mais. Por isso, neste momento desafiador, nos propomos a auxiliar no cuidado dos baianos a partir da distribuição das máscaras de proteção”, explica a diretora comercial adjunta do Sistema Hapvida, Tânia Mascarenhas.
Além de informação qualificada e reportagens exclusivas sobre o que está acontecendo na Bahia e no mundo, os leitores terão em mãos um equipamento de proteção muito útil neste momento. As máscaras de tecido que vão acompanhando a edição têm confortável encaixe de orelha, dispensando elásticos e dando lugar a uma corda para amarrar atrás da cabeça. O preço do jornal não sofreu alteração e é possível levar tudo por R$ 1,75.

A versão impressa chegará aos pontos de venda do estado às 6h30. Com o objetivo de proporcionar uma maior segurança ao leitor, a edição será distribuída em embalagens que separam um produto do outro, mantendo a proteção.
Gerente de mercado-leitor do CORREIO, Mara Salmeron lembrou que esta é a terceira ação de distribuição de máscaras que o jornal promove. “Com isso serão 30 mil máscaras distribuídas nesse momento, unindo o cuidado, proteção e informação de credibilidade para os nossos leitores”, disse.

Fonte: Correio24horas