Arquivos

Categorias

  • Nenhuma categoria

Festival on-line gratuito debate arte, educação e sociedade; veja programação

O projeto Teatroescola realiza desta quarta-feira (9) até domingo (13), a primeira edição do Festival Educarte: Conexão, Educação e Arte, que vai acontecer de maneira on-line. O evento gratuito vai reunir artistas e especialistas em temáticas negras, indígenas e de gênero e sexualidade, em uma série de debates na rede. Será possível acompanhar pelo youtube e pelo instagram do projeto.

A programação inclui nomes de destaque nos temas da edição. Na música, o evento traz bate-papos com artistas como Mariene de Castro, Ellen Oléria, Paula Lima e Lincoln Senna ao longo dos cinco dias de programação. Mariene participa hoje, às 20h, de um debate sobre música regional baiana, mediado pelo jornalista e escritor Vagner Fernandes.Amanhã às 21h30, Lincoln Senna bate papo com o apresentador Raoni Oliveira falando de suas trajetórias. O cantor é embaixador do Teatroescola.
Clique aqui e baixe a programação completa.
Literatura será tema também de um dos encontros, recebendo a socióloga, mestre em Linguística e Especialista em Gestão Cultural Contemporânea, docente, pesquisadora e consultora na área de leitura, literatura, direitos humanos e relações étnico-raciais, Neide Almeida, falando sobre literatura negra e ancestralidade. Haverá também o lançamento do livro “Pesquisas da Educação Básica: Germinando Ações e Saberes nas Escolas Públicas Periféricas”, com Natália Romão, Rosalia Romão e André Gomes.

Naine Terena é doutora em Educação pela PUC-SP e mestre em Arte Contemporânea pela UNB-DF, graduada em Comunicação Social, e participa de um bate-papo sobre a questão indígena no Brasil.
Para falar sobre políticas culturais, o convidado é Eduardo Saron, que é diretor do Itaú Cultural, e também presidente do Conselho de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e diretor do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM). Afroempreendedorismo é também destaque de um dos encontros, com Tamila Santos (Afro Impacto) e Tarso Oliveira (Troca). Para falar de Sexualidade e Gênero, o festival recebe o diretor de teatro e professor da Universidade Federal da Bahia, Djalma Thürler.
O Festival Educarte é organizado pelo Teatroescola, projeto baiano com sede em Salvador voltado para formação artística e cultural com estudos específicos com destaque para a cultura afro-indígena brasileira. É a primeira escola artística desse viés na Bahia, voltada para jovens negros e estudantes de escola pública, com idade entre 14 e 24 anos, de diversas comunidades de Salvador.

Nell Araújo, diretor do Teatroescola, diz que o festival busca incentivar pensamento crítico nos alunos e público em geral. “O objetivo é apresentar um conteúdo qualificado para nossos alunos, em um momento em que o isolamento social ainda é necessário e por isso não estamos com aulas presenciais. A ideia cresceu e temos nomes muito importantes no debate cultural e social do país”, diz.

Fonte: Correio24horas