Arquivos

Categorias

  • Nenhuma categoria

Vacinação contra a Covid-19 poderá começar nesta semana na Rússia

A vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Moscou para combater o novo coronavírus, poderá ser liberada para o início da imunização da população russa nesta semana, de acordo com o vice-diretor da instituição, Denis Logunov. O cronograma do Ministério da Saúde do país coincide com o início da fase 3 dos testes clínicos.Logunov afirmou que a permissão para o uso da vacina fora dos estudos clínicos está prevista para sair entre esta quinta-feira (10/9) e domingo (13/9). “A partir deste momento, a população passará a ser vacinada”, disse Logunov à agência de notícias Tass. A autorização é válida para toda a população da Rússia, mas a aplicação começará pelos grupos de alto risco.Mais sobre o assuntoSaúdeCovid-19: vacina testada no DF pode não ser tão eficaz em idososFórmula é segura, mas estudo intermediário mostra que pessoas mais velhas tiveram respostas imunológicas mais fracas à imunizaçãoSaúdeCovid-19: estudo aponta eficácia da vacina produzida na RússiaDe acordo com artigo publicado na revista The Lancet, imunização induziu resposta imune e não causou efeitos adversosGrande AngularDF inicia negociação para trazer da Rússia a vacina contra Covid-19As tratativas começaram nesta quinta-feira (27/8), durante encontro na embaixada do país euro-asiáticoSaúdeCovid-19: criadores afirmam que vacina russa garante imunização por 2 anosDesenvolvido em tempo recorde e já registrado por Moscou, medicamento começará a ser aplicado no país em outubroOs resultados preliminares das fases 1 e 2 do estudo da Sputnik V foram publicados na última sexta-feira (4/9), na revista científica The Lancet. De acordo com os pesquisadores, a imunização induz a resposta imune contra o vírus e não provoca efeitos adversos significativos.A fase 3 contará com 40 mil voluntários, recrutados em 45 centros médicos na Rússia, com estudo randomizado e controlado duplo cego. Cerca de 30 mil pessoas receberão a dose da vacina e os outros 10 mil o placebo na última etapa do ensaio.abre-vacinas-1Gui Prímola/Arte Metrópolescards-vacina-01-1Gui Prímola/Arte Metrópolescards-vacina-02-1Gui Prímola/Arte Metrópolescards-vacina-03-1Gui Prímola/Arte Metrópolescards-vacina-04-1Gui Prímola/Arte Metrópolescards-vacinas-05-1Gui Prímola/Arte Metrópolescards-vacina-06-1Gui Prímola/Arte Metrópoles0

Fonte: Metropoles