Arquivos

Categorias

  • Nenhuma categoria

Shoppings e academias poderão abrir aos domingos e feriados em Salvador

Os shoppings e academias de Salvador poderão funcionar aos domingos e feriados a partir da segunda-feira (7), segundo anunciou nesta sexta o prefeito ACM Neto, durante inauguração de um posto de saúde no Resgate. Até agora, o funcionamento era restrito de segunda à sábado.

Para os shoppings e estabelecimentos comerciais, o horário de funcionamento segue 12h às 20h. Já as academias não têm limitação de horário. “Nem todas abrem no domingo, mas a que quiser abrir vai poder funcionar no domingo e feriado, sem restrição de horário”, disse o prefeito. “Em relação à capacidade e às medidas do protocolo específico, nada disso muda. Só que vai poder funcionar no domingo e no feriado”, destacou.
Edson Piaggio, coordenador regional da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), comemorou a flexibilização e disse que a associação continuará trabalhando para conseguir, junto a prefeitura, a ampliação do horário de funcionamento dos shoppings. “É uma notícia muito boa para nossa associação. Além do fator financeiro, ganhamos em termos de logística para continuar com as medidas que cumprem os protocolos já que com mais dias de funcionamento, menor é a possibilidade de aglomeração que já não vinha acontendo. Por isso, continuaremos com a nossa reivindicação relacionada aos horários que, ao nosso ver, precisam ser ampliados também. Essa ampliação aumentaria o período em que os clientes podem ir aos shoppins e, consequentemente, distribuiria melhor o fluxo de pessoas”, afirmou.
Também haverá um aumento de capacidade de ocupação permitida para templos religiosos. “Em relação aos templos religiosos, teremos duas hipóteses para os templos: ou 30% ou 100 pessoas. Vale o limite que for mais permissivo para os templos. O que não muda é a necessidade de distanciamento de um metro e meio entre os ocupantes”, disse.

Outra atividade que teve permissões ampliadas foi a de bares e restaurantes. Agora, está permitida a música ao vivo, mas só na modalidade voz e violão. “Havia um apelo de muitos artistas que ficaram sem qualquer tipo de renda nesse período da pandemia para que nós liberássemos o vioz e violão nos bares e restaurantes”, explicou. “Quero deixar claro: banda está proibida. Nem banda eletrônica, nem de percussão”, diz. “Voz e violão é o sujeito ali cantando e tocando seu violão, ou um cantando e outro tocando. Mais que isso é banda”, disse, afirmando que caberá aos locais evitarem aglomeração.
Também fica permitido o atendimento por autosserviço (self service), mas os restaurantes devem oferecer luvas descartáveis individuais para cada cliente que irá se servir. “Se por acaso o restaurante não fornecer a luva descartável, ele não pode permitir o autoatendimento”, disse o prefeito.”Ele se serve e depois joga a luva fora. Não é reutilizável, uma luva por cliente que for se servir”, disse.
Neto afirmou que será extremamente rígido na fiscalização dessas liberações. “Em relação a essa regra (luva descartável), e a do voz e violão, não haverá tolerância. Seremos rigorosos, muito rígidos”, disse. “Qualquer mínimo risco de aglomeração, vamos fiscalizar e fechar o estabelecimento”, acrescentou, falando sobre a volta da música ao vivo.
Ele explicou que o momento de queda nos indicadores permite essa ampliação. “Todos indicadores de ocupação de leitos, novos casos e óbitos indicam que estamos descendo a ladeira. O que não indica que está tudo resolvido, mas estamos no caminho certo. Eu só vou descansar no dia que chegarmos a zero óbitos (por covid-19) na cidade. Até lá, preocupação total e atenção total”, afirmou.

Fonte: Correio24horas